Google+ Followers

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

PRIMEVA na inauguração do novo templo da IBUC

Em 18/12/16: As luzes estavam todas acesas, fazendo refletir o mosaico de flores que adornavam o assoalho do altar da IBUC neste penúltimo Domingo de 2016. Todos que chegavam para a inauguração do novo templo da Igreja Batista União em Cristo ja sentiam um 'impacto positivo', pois a atmosfera ao adentrar no templo era muito especial. Um 'ambiente propício aos milagres' é a melhor definição do que a maioria das pessoas sentiam ao descer as escadas. Após a palavra introdutória e os louvores ministrados pela equipe de louvor da IBUC o frisson no ar era perceptível em relação a tudo que ainda iria ocorrer naquela noite. Antes da palavra que seria proferida pelo pastor da igreja, pastor Alan Kramo, a PRIMEVA subiu ao altar com a incumbência de tocar apenas duas músicas. Nos acordes iniciais de "Olhos não viram" o peso da guitarra de Marcelo Rebello deu início à avalanche sonora que veio à seguir. Mesmo sem ter podido 'passar' o som, a banda PRIMEVA foi muito bem atendida pelo técnico Felipe Paixão, que conseguiu em alguns segundo 'equilibrar' a massa sonora da banda. A marcação rítmica de Marcelo Cabral e o baixo ensandecido de Francisco Lameira fez o povo cantar junto com Gilson Mangarat - e isso foi um feedback perfeito para quem estava no altar. Fim da primeira música, aplausos e glórias à Deus foram ouvidos na platéia. "Desespero" veio à seguir e, mais uma vez o refrão sendo cantado com veemência por todos que estavam no local. Mais aplausos, mais 'glórias à Deus' e mais uma vez a sensação de que Deus está no controle das nossas vidas, pois sem ELE nada disso seria possível. Parabéns para a IBUC pelo novo local de oração, parabéns à banda PRIMEVA, parabéns a todos que fizeram parte dessa noite memorável. Toda honra e toda glória sejam dadas ao SENHOR, Autor e Consumador da nossa fé.

PRIMEVA ao vivo na vigília da ADPE (02/Dez/16)

Rio, 03/Dez/2016. Ontem, a banda PRIMEVA esteve na vigília da Assembleia de Deus no Pechincha à convite do Pastor Fabio e do Pastor Misael, presidente da ADPE. Em apenas três músicas a banda pode expressar um pouco  de sua sonoridade singular, ainda mais numa época como a atual, onde a música dita 'evangélica' atravessa um momento tão polarizado, pois ao mesmo tempo em que o nível de qualidade de gravações e estrutura de áudio das igrejas supera em muito a de alguns poucos anos atras, o mesmo não pode ser dito em relação ao nível das composições (letras, arranjos), pois a música dita cristã 'desceu a ladeira' nestes quesitos, tornando-se chata, repleta de mesmices, sem poesia, com arranjos 'mais do mesmo' e isso sem falar na questão da teologia das letras, pois um monte de heresias têm sido dita em várias musicas que estão em voga nesses dias. Já era início de madrugada quando a PRIMEVA subiu no altar da ADPE para tocar "Olhos não viram", "Desespero" e "Mais de Ti". O povo veio junto, adoramos ao nosso Deus com muito Rock'n'Roll na veia!